Home > Media Center > Press Releases


(Portuguese)Discurso do Principal Orador do MIECF 2017 – Análise dos Desafios e oportunidades da Economia Verde


O Fórum e Exposição Internacional para a Cooperação Ambiental de Macau 2017 (MIECF 2017) convidou o Achim Steiner, antigo Director Executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, para ser o principal orador do evento. A intervenção do especialista, no “Fórum Verde”, teve como título “Oportunidades e Desafios da Economia Verde”.  O Dr. Steiner desempenha actualmente as funções de Director da Oxford Martin School e Vice-Presidente Internacional do Conselho Chinês para a Cooperação Internacional em Meio Ambiente e Desenvolvimento.

Durante o seu discurso, o Dr. Steiner analisou diversos casos e respectivas estratégias de resposta às actuais emissões globais de carbono, utilização de recursos hídricos e consumo energético. O especialista partilhou ainda perspectivas sobre o desenvolvimento futuro da economia verde e o impacto da mesma na área da protecção ambiental.

Convidado de renome aborda temas ligados à economia verde

A edição, deste ano, do MIECF assinala o 10.º aniversário do evento. Os organizadores convidaram um especialista de renome – o Dr. Achim Steiner – como principal orador, tendo o mesmo discursado na cerimónia de abertura do MIECF 2017, realizada, hoje (30 de Março). O Dr. Steiner começou por traçar o ponto de situação das emissões globais de carbono, fornecendo dados que reflectem uma grave subida no consumo global de recursos hídricos, cereais e diferentes tipos de energias. O especialista apresentou depois diversas definições relativas aos conceitos de economia verde e crescimento verde – utilizadas por diferentes associações–, numa altura em que muitos países continuam a aumentar o investimento relacionado com um desenvolvimento sustentável.

De acordo com o Dr. Steiner, monitorizar a redução de emissões de gases com efeito de estufa oferece várias vantagens, com destaque para a melhoria da qualidade do ar e o impacto da mesma na saúde das populações. Segundo o especialista, para alcançar o desejado desenvolvimento económico e concretizar o objectivo de estabelecer uma produção amiga do ambiente, decisores políticos em matérias económicas devem adoptar um enquadramento que promova o crescimento económico positivo, abordando questões como as falhas do mercado, a quebra dos resultados económicos, o aumento dos riscos climáticos, entre outros pontos. O responsável lembrou ainda que os decisores políticos em matérias económicas devem ter a capacidade para lidar com a evolução das estruturas de investimento, a fim de facilitar uma gestão mais flexível destes mesmos sistemas. Ao ter em conta os desafios gerados pelas diversas políticas económicas, os decisores políticos deverão desenvolver e implementar novas ferramentas ou modelos de monitorização, a fim de aperfeiçoar a tomada de decisão ao nível das políticas económicas.

Amanhã (31 de Março), no “Fórum Verde”, o Dr. Steiner irá apresentar uma sessão especial intitulada “Inovação Ambiental para um Desenvolvimento Sustentável”, onde irá explorar, juntamente com os participantes no fórum, uma série de questões ligadas a esta temática. Outras sessões agendadas para o “Fórum Verde” de amanhã incluem “Métodos para Melhorar a Eficiência de Edifícios Verdes”; “Gestão Costeira Sustentável, Adaptação Climática e Resiliência das Cidades”; e “Maximização da Poupança Energética nos Edifícios – Eficiência e Avaliação”.

Destaques do 10.º aniversário do MIECF

Para assinalar o 10.º aniversário do MIECF, a organização do MIECF 2017convidou oradores de renome para abordar uma série de temas importantes. Um total de 55 especialistas em protecção ambiental, activistas, líderes de empresas multinacionais e representantes governamentais de vários países e regiões, incluindo Interior da China, Estados Unidos, Austrália, Brasil, Reino Unido, Japão, Portugal, Tailândia, Hong Kong e Macau, irão participar em debates aprofundados sobre políticas inovadoras de desenvolvimento verde, estratégias empresariais para indústrias transformadoras, turismo em regiões costeiras e cidades, bem como sobre  edifícios verdes. O objectivo é alargar o intercâmbio regional sobre uma série de assuntos ambientais, desenvolvendo o papel de Macau como plataforma para a cooperação e o intercâmbio entre a Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas (Pan-DRP), e os mercados internacionais, com particular destaque para a China Continental e os Países de Língua Portuguesa, e facilitando, assim, a cooperação e o desenvolvimento entre diversas entidades internacionais ligadas à protecção ambiental.

Dando continuidade a uma colaboração que teve início no MIECF 2014, a organização da edição deste ano do evento irá colaborar com o Gabinete para os Assuntos de Hong Kong e Macau do Ministério da Protecção Ambiental da República Popular da China para realizar uma sessão sobre “Plano para um Desenvolvimento Verde Inovador”. Vários especialistas do Ministério da Protecção Ambiental irão debater questões relacionadas com o sector ambiental da China Continental, incluindo as medidas ecológicas e  directrizes de protecção ambiental no âmbito do 13.º Plano Quinquenal da China Continental, bem como analisar casos de sucesso no âmbito do desenvolvimento inovador. Na sessão sobre“Métodos para Melhorar a Eficiência de Edifícios Verdes”, os participantes irão explorar tecnologias de ponta e estratégias inovadoras, incluindo a adopção de diferentessoluções para edifícios verdes nas áreas da indústria, governo e hotelaria.

Outro convidado de renome, o Professor Ouyang Zhiyun, Vice-Director do Centro de Pesquisa para Ciências Eco-Ambientais daAcademia Chinesa de Ciências, será o principal orador na sessão sobre “Gestão Costeira Sustentável, Adaptação Climática e Resiliência das Cidades”. A sessão será moderada pelo Presidente do Conselho Directivo da Agência Portuguesa do Ambiente, Nuno Lacasta, e irá contar com a participação de vários outros oradores.Também agendado para amanhã está a “Sessão da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas”, que constitui uma das principais plataformas para o intercâmbio ambiental no Pan-DRP. O Presidente da Associação de Ciências Ambientais da Província de Sichuan, Jiang Xiaoting, irá partilhar a experiência adquirida durante as recentes visitas de uma delegação do Pan-PRD ao Brasil e a Portugal.